Porto de Galinhas

 

O colorido das velas das jangadas contrastando com o azul esverdeado do mar de águas calmas é o mais famoso cartão postal de Porto de Galinhas. Mas esse destino, localizado no município de Ipojuca (Pernambuco) oferece bem mais que o passeio às suas piscinas naturais.

Estivemos pela primeira vez em Porto, em 1998, num bate e volta saindo de Maceió. Passamos o dia na praia lotada e demos uma voltinha pelo vilarejo. Ficou o gosto de quero mais. Voltamos, então, para uma visita mais longa, de quatro dias, com direito a esticada até a praia dos Carneiros.

Optamos por  fazer a viagem de Salvador a Porto de carro (782 km), eu, o maridão e nossa filha adolescente. Na ida, paramos na praia do francês, em Alagoas, para matar a saudade desse outro pedacinho super bacana do litoral nordestino. Aproveitamos para almoçar uma deliciosa moqueca de camarão no restaurante Parada de Taipas. Chegamos em Porto no início da noite, jantamos e dormimos no  hotel Best western solar Porto de Galinhas.

ROTEIRO

Confira nossas escolhas em Porto de Galinhas:

 
Praia de Muro Alto: a barreira de corais forma uma piscina paradisíaca

1º dia 

Contratamos com um dos bugueiros credenciados que ficam na porta do hotel, o passeio de bugue conhecido como “ponta a ponta”, ao custo de R$200,00 para os três passageiros. Recomendo muito esse passeio, pois além de ser bem agradável circular pela orla de bugue, oferece uma visão geral das praias, para que você possa retornar às que mais gostou. O passeio dura cerca de oito horas,  percorrendo  praias que ficam ao norte e ao sul da vila de Porto, de Muro Alto até o Pontal de Maracaípe.

IMG_8058IMG_8110

Muro Alto: mesas e cadeiras dentro do mar

A primeira parada longa ocorre na Praia de Muro Alto, com águas calminhas que formam uma piscina paradisíaca. Nessa área ficam muitos resorts de luxo, mas mesmo quem não está hospedado no local, tem seu lugar ao sol, na imensa Barraca da Ana, onde pode-se comer e beber com cadeiras e mesas dentro do mar, quando a maré começa a encher. Uma delícia!

IMG_8131
Praia de Maracaípe: reduto de jovens e surfistas

Deixamos o visual de sombreiros coloridos de Muro alto e partimos para as praias do Sul de Porto, mais vazias e frequentadas por jovens e surfistas. Paramos para o almoço no restaurante Barracuda, na Praia de Maracaípe, que tem ondas fortes, boa para surfe. Nem arriscamos um banho.  O restaurante serve pratos regionais, peixes e furtos do mar e tem atendimento rápido. A área externa é toda enfeitada com esculturas de galinhas de madeira vestidas como se fossem pessoas em diversas posições. Aliás, essas galinhas, feitas por um artista plástico que se instalou em Porto, chamado Carcará, estão espalhadas por toda a cidade e dão um charme a mais ao destino.

Esculturas de galinhas coloridas estão espalhadas por toda a Vila

Após o almoço, partimos para um passeio pelo rio Maracaípe,  feito em jangadinhas coloridas, o que torna a atração ainda mais pitoresca. No início, o jangadeiro mergulha no rio e captura um cavalo marinho num vaso de vidro com água para observação dos visitantes e logo em seguida o devolve ao rio. As crianças adoram.

IMG_8152

IMG_8189
Passeio de jangada, os cavalos-marinhos e o por do sol no Pontal do Maracaípe

O trajeto de ida e volta, do rio até o Pontal do Maracaípe, praia que fica no lado oposto, dura cerca de 50 minutos, com direito a parada para ver o por do sol no Pontal. Custa  R$25,00 por pessoa.  Pulamos da jangada para o bugue, que nos esperava para a volta ao hotel.

2º dia 

Escolhemos esse dia para fazer o passeio mais tradicional de Porto de Galinhas: visita às piscinas naturais. É importante saber o horário exato da maré baixa para ter mais tempo nas piscinas, pois quando a maré enche, elas simplesmente desaparecem.

Piscinas naturais da praia de Porto

Piscininha com formato do mapa do Brasil

4

3 (2)  Fique de olho na maré

A maior atração de Porto de Galinhas são suas piscinas naturais. Para visitá-las e ter aquela vista dos cartões postais, você precisa ficar atento ao tempo e à maré.

As piscinas naturais só aparecem na maré baixa, que faz com que as águas fiquem represadas nos recifes, formando grandes aquários por período de cerca de quatro horas Mas o horário da maré baixa varia a cada dia, por isso antes de programar seu passeio, verifique os dias e horários das marés, consultando o site da Marinha (clique nesse link). Recomendo a leitura desse post do Viaje na Viagem, que explica passo a passo como consultar a tábua das marés.

O fenômeno das marés influência muito os passeios às piscinas naturais no Norte Nordeste do Brasil. As marés variam de acordo com as fases da lua. O melhor período para os passeios é na lua cheia ou nova, com nível mínimo da maré entre 0,1 e 0,3! Mas até com maré 0.7 é possível fazer a visita. As piscinas naturais se formam 1h30 antes do ponto mínimo e desaparecem 1h30 depois.

Por isso, programa seu passeio 1h30 antes do ponto mínimo da maré, para aproveitar bem. Acrescente nesse tempo a duração do deslocamento de barco até as piscinas (a travessia da praia de Porto até as piscinas dura cerca de dez minutos).

O tempo é outro aspecto que deve ser observado. Devem ser evitados os meses de chuva (abril-julho) e dias nublados, pois a transparência das águas só é vista em dias de sol.

4

Pode-se chegar às piscinas a pé por um acesso público, na maré baixa, mas há uma fila enorme. Prefira a travessia de jangada, que dura cerca de 10 minutos. Embora a vida marinha não seja tão intensa e diversificada quanto antes, o passeio ainda vale a pena. Mergulhe de snorkel e se encante com os muitos peixinhos coloridos, respeite o tempo de permanência e não retire nada da natureza. Curta e proteja o lugar, preservando para que novas gerações tenham o mesmo prazer de conhecê-lo.

IMG_20160208_093120050

Travessia de jangada e a praia da Vila de Porto

Depois das piscinas, demos uma voltinha pela praia da Vila, que é linda, mar do tipo piscininha, calmo e com águas azuis esverdeadas. O problema é conseguir um lugar ao sol, pois a praia fica sempre lotadíssima. Resolvemos, então, retornar ao hotel, para almoçar e aproveitar um pouco a estrutura de lazer.

À noite, fomos para o centro da vila, comprar artesanato e jantamos na La Crepêrie, A fila imensa na porta do estabelecimento já dá uma ideia das delicias que lhe esperam. E vale esperar. Crepes de massas finíssimas e recheios deliciosos fazem a festa com sucos exóticos. Embora o lugar seja pequeno para atender a toda a clientela na alta temporada, os atendentes são sempre atenciosos e depois que você consegue a sonhada mesa, tudo anda muito rápido. Garçons e atendentes trabalham com vestimentas típicas francesas, mesmo no calorão de Pernambuco.

3º dia

Reservamos esse dia para um bate-volta sensacional à Praia dos Carneiros. Clique aqui para ver o post de nosso passeio a essa que é considerada uma das praias mais bonitas do Brasil.

4º dia 

No nosso último dia em Porto, saímos à procura das piscinas naturais de Maracaípe. Infelizmente, não conseguimos encontrar a pessoa indicada para fazer o passeio. Decidimos, então, explorar um pouco mais a praia de pontal de Maracaípe, que tem mar menos revolto.

 
Praia de Pontal do Maracaípe: deliciosa para “brincar” de surfe

Escolha certeira! Ficamos num bar do lado esquerdo da praia e caímos na água onde vários jovens se aventuravam nos primeiros  passos no surfe. A praia tem ondas fortes, mas é bem rasa. Passamos horas, eu minha filha e meu marido, brincando nas ondas altas e fortes, que se desfaziam num mar rasinho. Aventura com emoção, mas sem perigo. Essa é a minha praia!

IMG_8157
O rio Maracaípe desemboca na praia do Pontal

Depois desse delicioso banho de mar, retornamos à praia de Maracaípe para almoçar no

João Restaurante, que serve peixes, frutos do mar e pratos regionais bem feitos e em boa quantidade. Atendimento cortês e rápido. E para complementar música e uma piscina para refrescar a clientela durante as refeições. À noite, após jantar no hotel, fomos rodar pelo centro da Vila, sempre cheio e super animado.

No dia seguinte, partimos, às 5h, de Porto para Salvador.

1

HOTEL

 
Espreguiçadeiras de frente para o mar no hotel que nos hospedamos

Best Western Solar Porto de Galinhas – Fica na praia do Borete, que não é muito adequada para banho, por causa das ondas fortes, todavia, possui boa área de lazer com piscina, jardins e espreguiçadeiras de frente para o mar. Há também uma área de jogos e um bar na piscina. A equipe de animação promove shows e brincadeiras para adultos e crianças. Ficamos num quarto simples, sem qualquer atrativo especial. Cama confortável e chuveiro eficiente, TV de tela plana e piso frio (adequado para a região Nordeste). A rede wi-fi funciona a contento. Na frente do hotel, ficam bugueiros que podem ser contratados diretamente pelo hóspede para passeios. Há estacionamento gratuito. Café da manhã variado e com qualidade. A equipe do hotel é simpática e gentil. No checkout, saímos às 5h da manhã e mesmo assim eles nos ofereceram o desjejum, embora fora do horário em que normalmente é servido. Tem bom custo-benefício e você pode conhecer tudo que Porto e arredores oferece.

4

Recomendo 

Praias de Muro Alto, Pontal de Maracaípe e dos Carneiros, passeios de bugue e jangada.

O que  mudaria numa próxima vez  

Viajaria na baixa estação (entre outubro até a primeira quinzena de dezembro, pois o sol nessa época é frequente) para cacifar uma hospedagem  num dos resorts que ficam na praia de  Muro Alto. Na alta estação, os preços ficam impraticáveis.

Quer saber mais sobre Porto de Galinhas?

Se você vai viajar com a família ou crianças, veja aqui o post de Dani Góes do Blog Baú de Família, cheio de dicas para diversão com a garotada!

A Jaque do Viaje com Pouco acabou de publicar um guia completo sobre Porto. Dá uma conferida aqui. Se quiser acompanhar os passeios que ela fez por lá, clique neste post

Vai viajar em casal ou com amigos? Confira os programas incríveis de Mayara e Neuton, do Pinablog, que esticaram a viagem com paradas em Recife e Olinda!

E se você quiser dar uma visualizada geral em Porto, o Igor do blog S2station publicou um vídeo de sua viagem, que reflete bem a vibe do lugar!

4

Fotos de Suzy Freitas

Esse texto não contém anúncios ou publicidade. A citação de estabelecimentos visa apenas compartilhar com o leitor a opinião pessoal da autora sobre os serviços experimentados.

49 comentários em “Porto de Galinhas

Adicione o seu

    1. Verdade, Manuela! Nessa viagem, pegamos a mará vazia num bom horário, por volta das 9 h, mas às vezes é preciso madrugar e, em outras, nem dá para fazer o passeio porque a mará baixa ocorre de madrugada! Obrigada pela visita! Um abraço.

      Curtir

    1. Olá Rayane! Espero que você faça em breve a visita a Porto de Galinhas e não deixe de visitar também a Praia dos Carneiros, que pode ser conhecida num bate e volta, saindo de Porto! Temos post sobre essa visita. Você vai amar! Obrigada pelo comentário e volte sempre.

      Curtir

  1. Suzy, antes de mais nada, muito obrigado por divulgar a página de vídeos do S2Station. Agradecemos muito!

    Agora, devo dizer que foi ótimo ler o teu post, pois me lembrei das coisas que fizemos lá por Ipojuca também. Praticamente fizemos o mesmo, o que é clássico, né? Foi tudo ótimo!

    Futuramente farei um post também e indicarei vocês. Obrigado!

    Curtido por 1 pessoa

  2. Que praias mais lindas né! Não conheço ainda e fiquei com bastante vontade de conhecer! Tudo muito lindo! Ótima dica com relação aos horários da maré e melhor época pra ir!! com certeza Porto de Galinhas está na lista de lugares a conhecer em breve.

    Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Blog no WordPress.com.

Acima ↑

Vamos viajar pra onde agora?

Roteiros, dicas e relatos de viagens

TripBruta

O mundo através dos meus olhos

http://ondevimparar.com.br/

Roteiros, dicas e relatos de viagens

Roteiro na Mão

Roteiros, dicas e relatos de viagens

Viajandinhas

Dicas de viagens de irmãs viajandinhas

The Get Away

Roteiros, dicas e relatos de viagens

%d blogueiros gostam disto: