O que fazer em Portovenere na Itália

Vista da igreja de São Pedro em Portovenere

Portovenere foi uma adorável surpresa em nossa viagem à Itália. Incluímos a cidade no roteiro porque fica próxima à Cinque Terre, vilarejos que eu queria muito conhecer. Por terem uma certa semelhança, Portovenere é chamada de sexta terre, mas não faz parte do Parque Nacional de Cinque Terre, situando-se um pouco mais ao sul, às margens da baía de La Spezia. Neste post, eu vou te contar o que fazer em Portovenere, mas, antes, quero explicar porque o lugar me surpreendeu tanto!

barra-separação-texto

Índice de Posts da Itália:

 barra-separação-texto

Imagine uma cidade com um burgo medieval, um castelo no alto de uma encosta, uma igreja solitariamente encravada num rochedo no meio do mar, uma gruta que servia de refúgio para um poeta, ruas repletas de casinhas coloridas e uma pequena marina pontilhada de barcos a convidar para um passeio no mediterrâneo.

Casal observa a torre da Igreja de São Lourenço

Para completar, o nome da cidade é originado num templo que ali existiu na antiguidade, dedicado à Vênus, a deusa do amor. Não poderia ser mais romântico, né? Talvez por tudo isso Portovenere seja um local escolhido por muitos casais para dizerem o “sim” ou passarem a lua de mel. A cidade é um destino romântico, por excelência, e convidativo para o turismo contemplativo. Dá vontade de passar horas admirando as belas formações rochosas que ladeiam o mar, perambulando pelas ruas estreitas do centro medieval ou passeando pela orla rodeada pelo casario colorido.

Por do sol em Portovenere, Ligúria, Itália
Por do sol na baía de La Spezia, também conhecida como Golfo dos Poetas

Portovenere tem uma área a beira mar mais extensa e mais atrações históricas que as Cinque Terre, porém recebe bem menos visitantes. Além disso, tive a impressão que o número de turistas italianos é maior que o de estrangeiros, o que confere ao lugar aquela atmosfera de refúgio cheio de charme e mistérios. Por isso, caro leitor, recomendo: se for viajar para a Itália e a Ligúria estiver em seu roteiro, visite a cidade, pois há muito o que fazer em Portovenere. Você não irá se arrepender!

Como chegar em Portovenere

Partindo de La Spezia, cidade que foi nossa base para conhecer a região, pode-se chegar a Portovenere de:

– ônibus: o percurso dura 20 minutos e foi a opção que escolhemos. Veja como ir de ônibus de La Spezia para Portovenere neste post.

– barco: os horários são mais restritos e o percurso também leva 20 minutos. Os bilhetes podem ser comprados no próprio Porto.

Se você estiver em Cinque Terre, há linhas de barco que ligam o vilarejo até Portovenere. Veja informações sobre o transporte marítimo neste site.

O que fazer em Portovenere

Vista da Baía de La Spezia em Portovenere
A cidade vista da trilha de subida para o Castelo Doria

Os pontos de interesse turísticos estão todos concentrados e você pode conhecer a cidade, com tranquilidade, num único dia ou até numa tarde, como fizemos. As principais atrações são as construções da época medieval, as formações rochosas que compõem grutas e as charmosas ruas de casas coloridas, típicas da riviera italiana. Do pequeno porto, saem passeios de barcos para três ilhas que formam o único arquipélago da Ligúria e juntamente com Portovenere foram tombadas pela Unesco.

Na Idade Média, a pequena cidade era refúgio dos genoveses e foi fortificada para se proteger contra Pisa. Por isso, encontramos a muralha do Burgo, que forma o centro medieval. Antes disso, já havia no lugar um templo dedicado à deusa do amor, Vênus, o que conferiu à cidade a fama de destino romântico.

Centro Medieval

Entrada do centro medieval de Portovenere
Portão de entrada para o antigo burgo

Um antiga porta, construída em 1113, dá acesso à Via Capellini, principal rua do centro medieval, que possui muitas lojinhas de produtos típicos, souvenirs e pequenos restaurantes. Ao lado do portão, fica a Torre Capitolare, construída em 1161. As ruelas do centro medieval são estreitas e cheias de escadas. Prepare-se para caminhar nesse cenário e imaginar como era a vida num burgo, as vilas fortificadas da idade média.

Ruas do Centro Medieval

Igreja de São Pedro

Vista panorâmica da Igreja de São Pedro
Vista panorâmica da igreja é principal cartão postal da cidade

Caminhando até o fim da orla, você chega na igreja de São Pedro, que fica no alto de um promontório rochoso e é cercada por fortificações. A construção original é do século VI e foi edificada onde antes existia o templo dedicado à deusa Vênus, que deu o nome à Portovenere.

Fachada da Igreja de São Pedro em Portovenere
Igreja de São Pedro tem estilo gótico genovês

No século 13, os genoveses substituíram a igreja cristã primitiva pela construção que vemos hoje, com as cores preto e branco, dedicando-a à São Pedro, como uma recompensa pela vitória de Portovenere sobre o castelo de Lerici. O estilo arquitetônico é chamado genovese gótico. A fachada e o interior do templo são simples, mas por sua história e localização é muito utilizada para celebração de casamentos. A área externa tem belos arcos emoldurando o litoral e rende ótimas fotos.

Arcos da área externa da Igreja de São Pedro

Gruta de Byron

Vista da Gruta de Byron em Portovenere
Cenário deslumbrante que conquistou o poeta inglês George Byron

Aproveite que já está na Igreja de São Pedro para dar uma espiada nas falésias e rochas da pequena baía conhecida como Gruta de Byron. Parte da gruta foi destruída em 1930, mesmo assim, o que restou revela um cenário desalumbrante com as impressionantes falésias sobre o mar. O nome da gruta é uma homenagem ao poeta inglês George Byron que se refugiava no local para encontrar inspiração para escrever seus poemas.

Falésias e escultura nas imediações da gruta

Fortaleza de Portovenere – Castelo Doria

Fachada do Castelo Dória em Portovenere
Castelo foi construído entre os séculos 12 e 17

O Castelo Doria, construído pelos genoveses entre os séculos 12 e 17, fica no alto da cidade. Para alcançá-lo, subimos uma trilha íngreme que começa antes da entrada do centro medieval e leva até o ponto mais alto de Portovenere. No caminho, há escadas feitas na rocha e trechos enladeirados, não sendo recomendável para quem tem dificuldade de locomoção.

Trilha para o castelo e vista da cidade

O castelo pertencia à família Doria que teve muita importância no desenvolvimento do golfo de Gênova. Do alto da colina, pode-se avistar várias torres e partes da muralha do Castelo. O mais sensacional dessa trilha é a vista panorâmica que se tem da igreja de São Pedro e do arquipélago das ilhas de Portovenere. Paisagem de tirar o fôlego, que recompensa a caminhada.

O Castelo é aberto à visitação diariamente, das 10:30 às 18:30, e o ingresso custa 5 euros. Para maiores informações, veja o site oficial.

Orla e Marina

Vista do casario colorido e da marina de Portovenere
Prédios altos e coloridos conferem charme à marina

A pequena marina da cidade é uma gracinha. Casas altas e coloridas emprestam um charme especial ao local e convidam para um passeio, sem pressa, à beira mar ou à parada num dos restaurantes da área. A atmosfera pitoresca do lugar chegou a ser tema de poema. O italiano Eugenio Montale, vencedor do Prêmio Nobel, escreveu em 1925 o poema ‘Portovenere’ descrevendo os sentimentos de um visitante que contempla a cidadezinha!

Restaurantes na Orla

Ilhas

Portovenere tem três ilhas que ficam do lado oposto ao canal

Nós passamos apenas uma tarde em Portovenere e não pudemos visitar suas ilhas. Mas, se você tiver um dia inteiro na cidade, é possível fazer passeios de barco às ilhas que ficam do lado oposto ao canal: Palmaria, Tino e Tinetto. Palmaria é a única ilha que pode ser visitada sem permissão especial, tem praias e trilhas desertas, fortes militares abandonados e pedreiras antigas.

O passeio de barco Giro dele 3 Isole, feito pela empresa Navigazione Golfo dei Poeti dura 40 minutos e passa pelas três ilhas, baía de Byron e a gruta azul. O passeio sai da marina de Portovenere ao meio dia, entre abril e novembro, salvo em condições climáticas desfavoráveis. O valor do bilhete é 22 euros por adulto.

Para mais informações consulte o site da empresa.

Comida e lembrancinhas

Pesto e vinho: boas lembranças do lugar

Como tínhamos almoçado tarde em La Spezia, decidimos fazer uma refeição mais leve no jantar em Portovenere, experimentando foccacias genovesas acompanhadas de vinho num pequeno restaurante da Via Capellini, no centro medieval.

Nas lojinhas da Via, também é possível encontrar o delicioso vinho de sobremesa sciacchetrà, Capellini, 80 euros a garrafa de 37,5 cl, safra de 2015. Portovenere também é um centro produtor de pesto, que é vendido em embalagens bonitinhas para viagem. Uma boa lembrança gourmet para os amigos.

barra-separação-texto

Os valores e horários indicados neste post se referem ao mês de maio de 2018. Confira na data de sua viagem.

Esse texto não contém anúncios ou publicidade. A citação de estabelecimentos visa apenas a compartilhar com o leitor a opinião pessoal da autora sobre os serviços experimentados.

 

20 comentários em “O que fazer em Portovenere na Itália

Adicione o seu

  1. Que locais fantasticos! Maravilhoso relato do que não se pode perder nesta zona! Adoro Itália, tenho a sorte de viver em Portugal e por isso posso lá ir facilmente, mas ainda não consegui visitar esta zona! Está apontado 😉

    1. Oi, Miguel! Fico feliz que tenha gostado do relato! O lugar é realmente encantador e pode ser visitado junto com as Cinque Terre! Obrigada por sua visita! Um abraço.

  2. Gente, para tudoooooo!! Essa Itália é mesmo de encher os olhos né? Putz…. Morri de saudade vendo esse post… Mas fiquei curiosa com o passeios pelas ilhas, hein? Deve ter um visual….

    1. Oi, Luisa! Não deu para fazer o passeio para as ilhas, porque nossa prioridade era conhecer Cinque Terre, Portovenere entrou no roteiro porque ficava pertinho, mas te garanto que só o passeio pela cidade vale muito a pena! Obrigada pelo comentário!

  3. ameeei a dica! sou louca para conhecer as Cinque Terre, já vou acrescentar Portovenere quando eu for! Melhor ainda é saber que é menos turístico! Lugar lindissimo!

    1. Legal que gostou da dica. Fico feliz em compartilhar minhas experiências. Vale a pena colocar Portovenere no roteiro porque é bem pertinho de Cinque Terre. Um abraço.

  4. Que local mais lindo! Somente conheci a Cinque Terre e preciso voltar, porque tô encantada com Portovenere. As fotos estão incríveis e o relato sensacional. Obrigada por compartilhar conosco essas dicas maravilhosas, post favoritado!

  5. QUE LUGAR!!!! Estou apaixonada *_*
    na primeira foto do post, ja imaginei que parece alguma locação de Game of Thrones. amei o clima medieval, e principalmente as vistas!!! Nunca tinha ouvido falar de Portovenere =O ainda bem que ainda não fui à Italia, pq senao ia me arrepender de nao ter conhecido kkkk agora já sei o que incluir no meu roteiro 😉

    1. Olá Thayz! Que bom que gostou de Portovenere. Vale mesmo a pena incluir a cidade num roteiro na Itália! Obrigada pela visita e volte sempre!

  6. Que lugar mais lindo! Não tive a oportunidade de conhecer essa região da Itália ainda, mas já incluí Portovenere na minha lista! Fazer apenas um bate e volta de um dia é suficiente ou o ideal é dormir uma noite para curtir melhor esse vilarejo?

    1. Oi Silvia! Eu estava em Florença (Toscana) e fui para La Spezia (Ligúria), onde dormi um noite.. No dia de chegada visitei Portovenere (20 mim de onibús de La Spezia) e no dia seguinte visitei Cinque Terre. Deu para visitar os dois lugares. Mas se quiser uma experiência mais completa na Ligúria, sugiro passar uns três dias. Obrigada pela vista. Um abraço.

  7. Tive a mesma agradável surpresa que vcs ao visitar Portovenere. Resolvi passar por lá ao final da minha visita a Cinque Terre e acabei me arrependendo de não ter programado mais tempo na cidade. Infelizmente, conheci pouco do lugar, mas o por do sol no Golfo dos Poetas já fez valer à pena. Memorável!!

    1. Que legal Erik! Ainda bem que você conheceu a cidade. É uma ótima opção incluí-la como uma extensão de Cinque Terre. Obrigada por sua visita! Um abraço.

  8. Sou louca para conhecer Cinque Terre, mas nunca tinha ouvido falar em PortoVenere. Já amei, sobretudo por você ter mencionado que tem menos turistas e mais gente local. Maravilhosa a igrejinha, estou procurando um lugar para o meu casamento e coloquei na listinha pra dar uma olhada! hahaha

  9. Caramba que show esse lugar, adorei o centro medieval, essas construções é e essa história é surreal, gostei da história da igreja de São Pedro, agora casar ali deve ser um sonho realmente, sem contar nessa vista da área externa, adorei o post

Deixe uma resposta

Powered by WordPress.com. Tema: Baskerville 2 por Anders Noren

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: